Fragmento

Há flores tristes, que nascendo à noite
Só têm o açoite
Do cruento sul
E sem que um raio lhes alente a seiva,
Rolam na leiva
De seu vil paul.
Eu sou como elas.

A vagar sozinho
Sigo um caminho
De ervaçais e pó
A luz de esp'rança bruxuleia a custo
Tremo de susto,
De morrer tão só.