Fragmentos 75

"Correr riscos reais, além de me apavorar, não é por medo que eu sinta excessivamente - perturba-me a perfeita atenção às minhas sensações, o que me incomoda e despersonaliza.

Nunca vou para onde há risco. Tenho medo a tédio dos perigos."