O Rastro Breve

O rastro breve que das ervas moles
Ergue o pé findo, o eco que oco coa,
A sombra que se adumbra,
O branco que a nau larga —
Nem maior nem melhor deixa a alma às almas,
O ido aos indos.A lembrança esquece,
Mortos, inda morremos.
Lídia, somos só nossos.