VOLTAR

39 poesias
  • Alma minha gentil, que te partiste
  • Amor é fogo que arde sem se ver
  • Aquela triste e leda madrugada
  • Bons vi sempre passar, Os
  • Busque amor novas artes, novo engenho
  • Canção I
  • Canção II
  • Canção III
  • Canção IV
  • Canção V
  • Canção VI
  • Canção VII
  • Canção VIII
  • Canção IX
  • Canção X
  • Coitado! Que em um tempo choro e rio
  • Doces lembranças da passada glória
  • Elegia I
  • Elegia II
  • Elegia III
  • Elegia IV
  • Elegia V
  • Elegia VI
  • Elegia VII
  • Leda serenidade deleitosa
  • Os Lusíadas - Canto Primeiro
  • Os Lusíadas - Canto segundo
  • Os Lusíadas - Canto terceiro
  • Os Lusíadas - Canto quarto
  • Os Lusíadas - Canto quinto
  • Os Lusíadas - Canto sexto
  • Os Lusíadas - Canto sétimo
  • Os Lusíadas - Canto oitavo
  • Os Lusíadas - Canto nono
  • Os Lusíadas - Canto décimo
  • Mudam-se os tempos...
  • Posto me tem fortuna em tal estado
  • Se tanta pena tenho merecida
  • Um mover de olhos, brando e piedoso