Morrem as musas...

Quem é esta que lhe cria?
Que lhe reinventa com um beijo?
É Diana, Vênus ou Afrodite?
Não é nada, apenas nada...
É apenas uma lembrança
Uma semente de ira plantada
Uma ferida aberta não cicatrizada
Não, não é nada, apenas desilusão
Apenas lembranças doídas, e...
Tu sabes o quanto demorastes
E sabes o quão rápido se fostes
Só não sabe que eu sobrevivi
E as Musas; essas sim morrem...

11/01/03

Paulo Nieri