A criação na poesia

(Ideal)
(fragmento)

O poeta parte no eterno renovamento.
Mas seu destino é fugir sempre ao homem que ele traz em si.

O poeta:
Eu sonho a poesia dos gestos fisionômicos de um anjo!

Rio de Janeiro, 1935

Vinícius de Moraes