Deuses Egípcios

MON (Amen, Amun) - O grande deus de Tebas de origem incerta; representado como um homem, o sol e algumas vezes como o falo; identificado com Re como AMON-RA; seus animais sagrados eram o cordeiro e o ganso.

ANAT - Deusa de origem síria, com caráter guerreiro, representada como uma mulher segurando um escudo e um machado.

ANUBIS (ANPU) - O Deus-chacal, patrono dos embalsamadores, curadores e cirurgiões; tanto em cerimonias de cura quanto em mumificasses, Anubis era a deidade patrona que preparava o morto e curava o vivo. Anubis é considerado o grande deus-necropolitano.

ANUKIS (ANQET) - Deusa da região de cataratas de Aswan; mulher de Khnum.

ASTARTE (As-start-a) - Deusa de origem síria, introduzida no Egito durante a decima oitava dinastia. Também conhecida como 'Deusa do Céu' e seu culto era freqüentemente misturado com as adorações de Isis.

ATEN - Deus do Disco-Solar, venerada como o grande Deus Criador .

HARPOCRATES (HOR-PA-KHRED) - Uma forma posterior de Horus em seu aspecto de filho de Isis e Osiris, representado como uma criança nua usando um cinto de castidade e com um dedo colocado sobre a boca.

HATHOR - Deusa de muitas funções e atributos, representada freqüentemente como uma vaca ou mulher-cabeca-de-vaca, ou como uma mulher com chifres; o bezerro do reino, o bezerro dourado; centros de culto em Menfis, Cusae, Gebelein, Dendera; a deidade patrona da região mineradora do Sinai; identificada pelos gregos com Afrodite. Foi enviada por Re para limpar a terra de pessoas descrentes. Após escravizar todos que se opunham a Re, pediu para descansar e tornou-se o equivalente grego de Afrodite, a deusa do amor, da fertilidade, das mulheres - e também protetoras dessas ultimas. Ha' muitos mitos em volta da figura da deusa Hathor.

HEQET - Deusa-Sapo de Antinoopolis onde era associada a Khnum; ajudante das mulheres na hora do parto.

HORUS (Haroeris, Harpocrates, Harsiesis, Re-Harakhty) - o deus falcão, originalmente o deus-ceu, identificado com o rei enquanto fosse esse vivo. Melhor conhecido como o filho de Osiris e Isis. Horus foi também o vingador de seu pai Osirius, morto por Set. O olho de Horus veio de um mito de suas batalhas onde Horus abriu mão de seu olho direito em batalha. Desde então o Olho de Horus tem sido usado para representar forca, vigor, e auto-sacrificio. Seus centros de culto encontravam-se em muitos lugares, Behdet no Delta, Hierakonpolis e Edfu no Alto Egito.

ISIS - Conhecida como a divina mãe e esposa de Osiris, mãe de Horus; Isis é uma das quatro grandes Deusas protetoras (Bast, Nephytes e Hathor) guardiã de túmulos e urnas mortuárias. Isis é irmã de Nephytes com quem atuava em conjunto como carpidora divina para o morto, e divinamente é representada pela Cruz Ansata (Ankh).No ultimo período Pilasse foi seu principal centro de culto. Ela é conhecida também com Rainha do Céu (similarmente a Astarte) e rege sobre todos os assuntos que concernem a vida, a maternidade e a bruxaria. Na origem do mito de Re e do mundo, foi escrito que ela encontrou o nome "Re" fazendo com que uma serpente venenosa mordesse Re por encantamento. A serpente mordeu Re e a única maneira de curá-lo foi pela descoberta de seu verdadeiro nome. Conhecendo esse nome, ela obteve um poder do mesmo porte do dele e a partir disso tornou-se conhecida como a feiticeira divina. Outro mito de Isis concerne a ambos, Osiris e Horus. Nesse mito, Set assassina Osirius e dispersa seu corpo em seis pedaços, um em cada canto do mundo. Isis vai ao encontro desses pedaços quando estava com Horus em seu ventre. Durante esse tempo Osiris tornou-se Senhor dos mortos. Horus foi dado à luz e comprometeu-se a vingar a morte de seu pai pelo assassinato de Set. Isis viveu a partir de então como pranteadora divina na terra e no céu.

KHEPRI - O deus-escaravelho, identificado a Re com deus criador; freqüentemente representado como um besouro com o disco solar.

KHONS - O deus-lua, representado como um homem; com Amun e Mut como seu pai e sua mãe, formando a tríade thebana.

MAAT - Deusa da verdade, do direito e da conduta adequada; representada como uma mulher com uma pena de avestruz em sua cabeça. Diz-se que no julgamento do morto ela segura a balança que pesa o coração humano.

NUN (NU) - Deusa do caos primevo, Nu era também vista como a água primordial a partir da qual os deuses, a terra e os humanos foram criados, ou seja, o caos a partir do qual criou-se a ordem.

NUT (NUIT) - Deusa do céu, mulher de Geb, o deus-terra; representada como mulher, seu corpo nu curvado para formar o arco celeste.

OSIRIS (Asar) - Deus do mundo subterrâneo, identificado como deus dos mortos; também um deus da inundação e da vegetação; representado como um rei mumificado; principal centro de culto Abydos. Osiris é visto como o grande juiz dos mortos.

RE (RA) - O Deus-Sol de Heliopolis; cabeça do grande eneagrama, juiz supremo; freqüentemente vinculado a outros deuses que aspiram à Universalidade, por exemplo Amon-Ra, Sobk-Ra; representado como o deus-cabeca-de-falcao. Assemelha-se ao pai de todos os deuses, a partir dele todos os outros deuses e deusas foram criados. Ele e' conhecido também por três aspectos, que correspondem às posições do Sol, Amen na aurora, Re no ocaso e Set no crepúsculo.

REHARAKHTY - Deus em forma de falcão, corporificando as características de Re e de Horus (aqui chamado "Horus do Horizonte").

RENENUTET (Ernutet, Thermuthsi) - Deusa da colheita e da fertilidade, representada como uma serpente ou mulher-cabeca-de-serpente.

SETH (Set, Suteck) - Deus das tempestades e da violência; identificado a muitos animais, inclusive o porco, o burro, o ocapi (mamífero da família das girafas) e o hipopótamo; representado como um animal nao-identificado, irmão de Osiris e de seu assassino, o rival de Horus; comparado a Typhon pelos gregos.

SHU - Deus do ar, com Tefnut forma o primeiro par de deuses no panteão heliopolitano; freqüentemente retratado como um homem separando NU (céu) de GEB (terra).

SOBK (Sebek, Suchos) - O Deus crocodilo, venerado por todo Egito mas especialmente no Faiyum, e em Gebelein e Kom Ombo no Alto Egito.

TEFNUT - Deus do orvalho, formando com SHU o primeiro par do panteão de Heliopolis.

THOTH - O Deus-cabeca-de-ibis de Hermopolis; o escriba dos deuses, o inventor da escrita, e grande deus de todo conhecimento; tanto o macaco quanto o íbis são consagrados a ele. No julgamento do morto ele era o escriba que registrava as confissões e afirmações do morto em seus papiros, mantendo assim um registro de quem adentrava o paraíso e quem era devorado pelos cães do julgamento.

UNNEFER (Wenen-nefer, Onnofhris) - Nome que significa "aquele que nunca chora", o deus que esta' sempre feliz, dado a Osiris após sua ressurreição.

Deusas e assuntos que lhes são correlatos:

AMOR - Afrodite, Astarte, Ishtar, Beltis, Branwen, Freya, Hathor, Isis, Maia, Mari, Oxum, Vênus, Lilith;

LEI E JUSTIÇA - Atena

DINHEIRO, TRABALHO E NEGÓCIOS - Demeter, Habondia, Cerridwen, Dannu, Gaia, Mãe do Milho, Bona Dea.

TRABALHO CRIATIVO, ARTES - Brigid, Cerridwen, Athena, Minemósine, as Musas, Saravasti.

CURA - Brigid, Ísis, Artemis, Hebe, Higéia, Maat, Nêmesis, Têmis, Aradia.

DEVOÇÃO, COMPAIXÃO - Kwan Yin, Maria.

LAR, FAMÍLIA - Vesta, Hera, Concórdia, Rhea, Tara.

FILHOS - Eileithya, Carmenta, Juno.

PROTEÇÃO - Freya, Diana, Pallas Athena, Maeve

TRABALHO PSÍQUICO - Cibele, Hécate, Cerridwen, Neftis, Perséfone, Hel, Ísis.

Texto retirado da Internet

 

 

Voltar