Perguntas e respostas sobre a Projeção Extrafísica

Ao longo de várias palestras em todo o território nacional pude notar o receio das pessoas quanto ao assunto, exatamente analisando os tipos de perguntas que eram formuladas. O intuito deste texto é de esclarece-las e assegurar ao leitor que não existe restrições para se praticar a projeção extrafísica, como segue:

1) Em caso de me projetar para muito longe, poderei me perder e não mais retornar ao corpo físico?
Não, isto é impossível. Estamos conectados ao corpo físico pelo fluxo de energia conhecido como cordão de prata. Não importa onde nos manifestemos, tal fluxo nunca se romperá a menos que suas funções vitais sejam terminadas (assassinato ou problemas de saúde precedentes).

2) Se sair do corpo algum espírito poderá entrar nele e fazer uso em benefício próprio?
Todos nós possuímos um padrão de energia específico que difere de pessoa para pessoa. Seria o mesmo que as impressões digitais, as quais, não são iguais em ninguém. Assim este tipo de incorporação não é possível.

3) Se caso eu estiver projetado e alguém se aproximar tocando meu corpo, poderei morrer pôr algum tipo de choque?
Não. Possuímos um psicobiocampo sensível a qualquer variação energética. Seria um campo de força semelhante ao que vemos nos filmes de ficção científica. Quando alguém se aproxima para nos chamar ou algo parecido, nosso psicobiocampo oscila trazendo-nos de volta.

4) Devemos pedir auxílio para algum amparador (anjo da guarda, guardião, espírito amigo, etc) para nos auxiliar a nos projetar?
Sim. Podemos plenamente solicitar auxílio, mas o que importa é proceder com os exercícios no intuito de sermos autoconscientes e não dependentes.

5) Se Deus quisesse que fizéssemos projeção, ele já não teria nos capacitado para isso?
Se a questão é a religiosidade, ressalto que todos nós já possuímos tal capacidade. Devemos apenas nos tornar conscientes dela. Não estamos totalmente conscientes porque estamos direcionando nossa atenção somente para a sobrevivência física. A partir do momento que nos direcionarmos para nossa existência extrafísica, passaremos vivenciar a projeção com naturalidade. É fato bíblico que, vários homens que se dedicaram a vida mais espiritualizada, estes passaram a ter contato com outros níveis de consciência, por exemplo: João, Ezequiel, João Batista, Paulo e vários outros. Eram indivíduos comuns e que passaram a se dedicar à transexistência.

6) Pôr quanto tempo devemos praticar os exercícios para atingir um resultado positivo?
Temos constatado até o momento que, se os exercícios forem praticados todos os dias, num prazo de aproximadamente seis meses o indivíduo terá atingido resultados interessantes.

7) Corro o risco de alguém pensar que estou morto e assim me enterrar vivo?
Não. Isto é impossível. Durante a projeção o indivíduo não cessa suas funções vitais. Há batimento cardíaco e respiração. Alem do mais, se alguém o tocar o retorno será imediato.

8) Em caso de encontrar algum espírito obsessor enquanto projetado, poderia ele me matar meu psicossoma?
Não. O fato da pessoa encontrar alguém que a desagrade, ela retornará imediatamente para o físico. Qualquer coisa que a faça instável, como pôr exemplo a euforia ou medo, a fará retornar ao corpo físico instantaneamente.

9) É possível mover objetos enquanto fora do corpo?
Em alguns casos sim. No caso onde o ectoplasma se faz presente isto é possível. Na maioria das vezes, isto não ocorre , pois, o psicossoma projetado não é portador de ectoplasma, tornando-se assim , quase que impossível a intervenção em objetos físicos.

10) Todos nós podemos detectar nossos cordões de prata?
Na maioria dos casos o cordão de prata não é detectado. Isto porque o indivíduo projetado está instável geralmente pôr causa da euforia. Alguns pesquisadores preconizam que o cordão de prata é apenas uma simbologia a qual provocaria a idéia de segurança no projetado. Particularmente sei que este não é o caso , pois, já tive a chance de analisar o meu cordão bem de perto. É real.

11) Quem se projeta consegue ouvir, sentir, sentir gosto e cheirar?
Sim. Alguns alunos com quem mantenho encontros projetivos em outras dimensões, conseguem sentir textura das coisas, aroma e mesmo temperatura. Alguns chagam a sentir aromas extrafísicos e quando retornar continuam com o aroma impregnado em seu sentido olfativo. Seria como uma somatização das experiências extrafísicas. A dificuldade básica é a de tentar sentir as coisas físicas. Carregamos o maneirismo físico de tentar agarrar os objetos da dimensão física. Quem se projeta sabe que não se pode sentir desta forma. Devemos somente tocar levemente os objetos e senti-los energeticamente. A sensação será mais intensa que se estivéssemos sentido com o corpo físico.

12) Ver o meu próprio fantasma é o mesmo que uma projeção extrafísica?
Podemos dizer que se trata de um tipo de projeção. Tal fenômeno é caracterizado como autoscopia. A consciência, em determinadas circunstâncias, divide sua atenção (direcionamento de energia) para os dois corpos simultaneamente. Isto faz com que o indivíduo tenha ciência de sua existência física e psicossomática. Há alguns casos de indivíduos que, vêem seus psicossomas retornando de alguma viagem ao invés de ver o próprio corpo físico. Neste caso, em situações adequadas há a possibilidade de recordar da vivência extrafísica integralmente.

13) Qual seria a diferença básica entre autoscopia e projeção extrafísica?
Autoscopia é um termo da Psicologia que significa ver você mesmo. Este termo foi cunhado pôr volta de 1940, quando alguns psicoterapeutas detectaram que pacientes vivenciavam o fenômeno de verem seus duplos num local específico, longe de seus corpos físicos. Mesmo assim, o fenômeno está relacionado com a projeção extrafísica. A diferença básica é que o indivíduo se vê, porém da perspectiva do próprio corpo. Já na projeção extrafísica, o indivíduo percebe o corpo físico sob a perspectiva do psicossoma. Em ambos os casos, a medicina classifica a experiência como fenômeno autoscópico justamente pôr não terem maiores conhecimentos sobre o assunto. Até em nossos dias, a projeção extrafísica é tratada pela Psicologia e Psiquiatria como alucinação autoscópica. O ponto crucial é que, a ciência ortodoxa não explica como um indivíduo, sofrendo de alucinação autoscópica, traz conhecimento de outras dimensões, como presencia situações que estão acontecendo a quilômetros de distância, contata entes queridos que já se foram e retornam plenamente consolados e felizes pôr saber que estão bem, realiza viagens espaciais corrigindo inclusive cálculos astronômicos, etc.

14) Sonhar que se está voando pode ser considerado uma projeção extrafísica?
A maioria dos sonhos de se estar voando pode ser considerada uma projeção inconsciente. Devemos nos utilizar destas situações obtermos consciência neste instante, e então, assumirmos o controle do sonho, passando então a vivenciarmos uma projeção lúcida.

15) Os projetores extrafísicos podem invadir nossa privacidade?
Sim. Porém, quem se projeta geralmente se utiliza da ética pessoal, não invadindo a privacidade de ninguém. Existe muito mais coisas interessantes para se fazer "lá fora" do que ficar observando pessoas em suas intimidades.

 

 

Voltar